Ninguém é 100% feliz, 24 horas por dia, 365 dias por ano. É normal que, em certas ocasiões, estejamos mais tristes, introspectivos e enxergando o copo mais vazio do que cheio. Quem nunca se sentiu assim?

Mas tem gente que não consegue ver o outro nestes períodos sem tentar dar uma injeção de ânimo. E não estamos falando de um apoio natural. Repare: há colegas, amigos e familiares que sempre tentam impor uma visão positiva, que deve se sobrepor a todo o resto.

Se você perdeu o emprego, por exemplo, poderá ouvir que “foi bom, pense pelo lado positivo, você vai ter mais tempo para você”. Convenhamos que, quando as preocupações com os boletos são enormes, não adianta nada pensar desta forma. É natural ficar ansioso e angustiado.

Essa mania de só olhar o lado positivo das coisas, acima de qualquer emoção negativa, tem nome. Chama-se positividade tóxica. A prática de sufocar todo sentimento negativo pode afetar a sua saúde mental. Afinal, fingir que estamos felizes quando tudo o que queremos é chorar escondidos num canto não faz nada bem. Reprimir as emoções nos esgota física e mentalmente, além de não ser nem um pouco saudável.

Portanto, entenda que “good vibes only” é uma frase que pode ficar bonitinha estampando camisetas, mas não se aplica à sua vida real. No dia a dia, temos direito, sim, de termos nossos momentos de fraqueza ou dor. Quando isso acontecer, acolha a si mesmo.

E, caso esteja com dificuldades para superar os pensamentos negativos, não hesite em procurar um atendimento especializado em psicologia. Existem serviços gratuitos e a preços populares em várias cidades. Cuide-se!

0517

Você também pode gostar de:

Comments are closed.