Apesar de muito conhecida, a asma é uma doença cujo diagnóstico permanece ignorado pela maioria das pessoas. No Brasil, por exemplo, estima-se que 12% da população seja asmática, mas o problema pode afetar, na verdade, 23%. Isso nos coloca diante de um contingente de 11% que convivem com os sintomas sem saber tratar-se de asma e, pior, fora de qualquer tipo de controle.

O Dia Nacional de Controle da Asma (21/06) é especialmente importante para conscientizar a todos que tenham alguma dificuldade respiratória a fazer exames e buscar ajuda médica contínua. Até porque, como se sabe, a asma não tem cura.

A doença quando não tratada e fora de controle pode levar a crises e agravamento das condições do paciente. E os riscos podem ser enormes: o Brasil registra sete mortes por asma diariamente. O tratamento é extremamente acessível, estando disponível no SUS.

O acompanhamento terapêutico ajuda na qualidade de vida do asmático, atenuando os sintomas até evoluir para o controle permanente. Personalidades conhecidas, como a apresentadora Xuxa e o ex-nadador Gustavo Borges são exemplos de pessoas com asma que conseguiram superar as fases mais agudas desse problema.

A asma atinge diretamente os brônquios, que levam o ar captado pelo nariz e boca até os pulmões. Os mais corriqueiros fatores externos, como fumaça, poeira, poluição, mudança brusca de temperatura, por exemplo, podem afetar o bom funcionamento deste órgão, que se fecha quase de imediato, causando a falta de ar. Muitos ainda apresentam dor e chiado no peito, tosse e sensação de cansaço.

O tratamento mais conhecido para o controle da asma é o uso de broncodilatadores, as famosas bombinhas. Companheira inseparável dos asmáticos, este medicamento deve ser usado com cuidado. O uso frequente dele sinaliza desequilíbrio terapêutico e pode indicar até mesmo certo grau de dependência ao remédio.

O importante é estar sempre atento aos sintomas, manter um controle médico permanente e buscar, à medida do possível, evitar a exposição a fatores que possam alimentar as crises

0265

Você também pode gostar de:

Comments are closed.