O verão é a estação mais quente do ano. E por ser a favorita entre muitos, principalmente as crianças e adolescentes, é importante a necessidade de cuidados intensos especialmente com a pele dos mais jovens, que é sensível demais aos danos causados pela exposição ao sol nestes dias.

Ocorre nessas épocas, a maior incidência de queimaduras solares devido à falta de proteção e a exposição solar por mais tempo que o indicado. Dermatologistas ressaltam, inclusive, que em sua maioria, crianças de pele clara, loiras, ruivas e olhos claros são os mais suscetíveis e afetados pelos efeitos dos raios ultravioletas, demandando maiores cuidados para com a pele antes de sair ao sol.

Porém como cuidar e proteger seu filho nesses dias seguindo não apenas o já conhecido e recomendado filtro solar, mas também redobrando os cuidados?

A resposta para essa pergunta é: hidratação e alimentação saudável. Quando realizadas de forma correta, estes dois hábitos são de suma importância para manter a saúde da pele, principalmente a infantil. Consumir água, frutas, legumes e verduras frequentemente aliado ao uso do protetor solar e acessórios próprios aos dias ensolarados são cuidados fundamentais se você deseja curtir a temporada sem prejudicar o bem-estar e saúde de seu pequeno.

Além disso, você deve evitar levar as crianças para se expor ao calor durante os horários de pico solar (das 10h ás 16h), e se possível, evitar produtos sensibilizantes como perfumes, por exemplo.

Ih, Queimou!

Se ocorrer a queimadura e insolação acompanhada de febre ou dor, não se desespere. O primeiro passo é procurar ajuda médica especializada para que o mesmo possa verificar a gravidade do problema e indicar os cuidados a serem tomados. Além disso, algumas medidas caseiras podem aliviar a ardência das queimaduras. Indica-se, por exemplo, utilizar um pano úmido com água fria e aplicar na região atingida por aproximadamente dez minutos.

Ao descascar a pele, hidratantes a base de água ou Aloe Vera podem ser passados na região a fim de diminuir a coceira. Em casos de queimaduras de segundo grau, onde se apresentam as bolhas, recomenda-se não estourá-las ou cobri-las pois facilita-se assim o surgimento de infecções.

Você e sua família podem curtir o verão de forma saudável, alegre e divertida, sem riscos maiores à saúde!

034

Você também pode gostar de:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *