Um incômodo que parece não ter fim e pode afetar a nossa qualidade de vida de modo perturbador. A Síndrome de Mènière é um desses casos. Ela está relacionada com o excesso de líquido no ouvido interno, gerando pressão e aquele zumbido insuportável e torturante. A doença pode acometer indivíduos de qualquer idade, sendo mais comum entre os 30 e 50 anos. As crises variam a cada paciente e podem durar alguns minutos ou várias horas.

Nesses momentos, a pessoa fica incapacitada de manter o equilíbrio, além de apresentar náuseas intensas e até mesmo vômito nas fases mais agudas. Por isso, é importante estar muito atento aos sintomas e procurar logo um médico especialista.

Outro ponto é que o paciente pode começar a ficar incapacitado em decorrência da repetição das crises. O quadro pode fazer com que o zumbido se torne permanente, comprometendo sua audição. Com a autoestima afetada, a pessoa acaba por desenvolver problemas emocionais, como a depressão.

A Síndrome de Mènière não tem cura, mas existem tratamentos que ajudam a reduzir a sensação de vertigem gerada durante as crises. Através do uso de medicamentos, é possível amenizar o zumbido.Por ser uma doença ainda muito incompreendida, as ações preventivas são pouco conhecidas.

A prática de atividade física pode, além de outros efeitos positivos, controlar a ansiedade. A alimentação saudável também pode ser um fator importante. A redução de ingestão de produtos com cafeína e sódio pode gerar bons resultados. Em troca, a pessoa deve consumir mais potássio, por meio de frutas e grãos.

Mantenha a atenção e, a qualquer sintoma, busque seu médico rapidamente. A prevenção ainda é sua melhor ferramenta!

0303

Você também pode gostar de:

Comments are closed.