Com as temperaturas elevadas e os dias mais abafados, as buscas por protetores solares aumentam. Entretanto, as pessoas têm dificuldade em escolher um produto adequado para o seu tipo de pele, já que o protetor costuma ter uma textura mais densa e cremosa, fazendo com que a pele pareça mais oleosa.

Além disso, o clima quente faz com que as pessoas acabem transpirando mais, o que gera um aumento na produção das glândulas sebáceas, deixando uma sensação desconfortável. Por isso, a escolha de um bom protetor solar é fundamental para a rotina de cuidados diários com a pele.

O primeiro passo para acertar na escolha é optar por um produto específico para o seu tipo de pele e a região onde será aplicado, como os protetores solares faciais. Fique atento a características como o fator solar, o tempo de proteção e o controle de oleosidade – o ideal é evitar itens com óleos na fórmula e optar por produtos de rápida absorção.

Para quem sofre com excesso de transpiração e/ou oleosidade na pele, é indicado escolher os protetores solares em spray ou as brumas, que estão em alta no mercado. Estes produtos têm como foco a praticidade, já que pode ser reaplicado rapidamente; entretanto, para obter o efeito de proteção, é importante aplicar o produto de forma homogênea, com as mãos.

Por fim, vale a pena ficar de olho na diferença entre os protetores físicos e químicos: os físicos costumam ter uma textura mais densa, pois são mais encorpados, agindo como uma película que reflete o raio solar no momento da exposição. Apesar dos produtos terem evoluído bastante, ele ainda é o mais indicado para gestantes e para quem tem a pele sensível, como as crianças, por exemplo.

Já os protetores químicos são diferentes, pois as moléculas do produto absorvem os raios solares, fazendo com que o efeito da exposição seja minimizado. Por isso, ele é indicado para todos os tipos de pele e costuma ser o mais procurado no mercado de cosméticos.

0776

Você também pode gostar de:

Comments are closed.