Quando se pensa em saúde masculina, logo vem à mente os cuidados necessários para evitar o câncer de próstata. Pouco se fala, no entanto, sobre a necessidade de se prestar atenção a nódulos nos testículos. Tumores no local são responsáveis por 5% dos casos de câncer no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

A doença é mais frequente entre os 15 e 50 anos. Ou seja, surge em plena idade reprodutiva, o que costuma trazer, além do susto de enfrentar um câncer, o temor de não poder ter filhos, já que uma das funções dos testículos é a produção de espermatozoides.

Diante do diagnóstico, os médicos podem optar por vários tipos de tratamento. Um dos mais comuns é a retirada cirúrgica do testículo. Quando apenas um é afetado, o outro continua a produzir espermatozoides. No caso em que a operação é realizada em ambos, a capacidade reprodutiva acaba.

E, mesmo nos casos que os testículos são preservados, a capacidade de ter filhos também pode diminuir em decorrência de tratamentos como quimioterapia e radioterapia. Por isso, uma das alternativas para os homens com câncer no local é congelar espermatozoides assim que a doença é descoberta, antes mesmo de iniciar o tratamento.

Foi o que fez um veterinário brasileiro de 27 anos, que procurou ajuda médica por sentir dores abdominais. Ele foi surpreendido com o diagnóstico de tumores no testículo direito. “Foi um choque. Imagina uma pessoa jovem receber a notícia que teria que retirar um testículo. Fiquei me perguntando se perderia minha masculinidade, se poderia seguir com meu sonho de ser pai”, conta.

No dia seguinte ao diagnóstico, ele realizou a coleta e congelamento de espermatozoides. E, logo depois, foi submetido à cirurgia. O jovem ficou curado, mas sempre se perguntava se teria filhos naturalmente. Após se casar, a resposta veio: ele conseguiu sem nenhum tratamento e, hoje, é pai de duas meninas, uma de 2 anos e outra de 4. Ele diz que seu caso traz esperança para pessoas na mesma situação.

“É importante não perder a esperança, mas se cercar de cuidados, como congelar espermatozoides. No meu caso, eu nem precisei usá-los, No final, deu tudo certo”, diz.

O veterinário conta que só descobriu a doença por acaso. Ele achava que tinha um problema no abdômen. A dor na barriga pode ser, sim, sintoma de câncer no testículo. Outros sinais de alerta são nódulos no local e testículos de tamanhos diferentes. Se algum deles surgir, procure logo seu urologista.

0823

Você também pode gostar de:

Comments are closed.