Muito popular e polêmica, a dieta do carboidrato tem, como não poderia deixar de ser, seus prós e contras. O tratamento, além de reduzir a obesidade, pode trazer benefícios para quem tem hipertensão, doenças cardíacas, colesterol e triglicerídeos altos. Mas, para que esses resultados sejam obtidos de forma saudável, é necessário o acompanhamento de um nutricionista e endocrinologista.

Até porque, quando se corta o carboidrato sem a devida supervisão médica, o organismo pode reagir mal. A pessoa pode sentir cansaço físico e mental, tremores e dores no corpo. Também são registradas perdas de minerais, vitaminas e queda do sistema imunológico. Muitos adeptos desse tipo de dieta tendem a mantê-la por tempo quase indeterminado. Os nutricionistas recomendam que ela seja feita num período entre 4 a 8 semanas, dentro de um ciclo de estratégias para emagrecer.

A restrição de carboidrato sem acompanhamento pode desenvolver transtornos, como a compulsão alimentar, que se caracteriza pela ingestão descontrolada de grande quantidade de alimentos, mesmo sem apetite e quase sem mastigar. Isso porque, em geral, esse tipo de dieta não conduz exatamente à mudança de hábito alimentar, podendo se transformar num aspecto negativo a longo prazo, impulsionando, inclusive, a recuperação do peso.

Outro aspecto que pode gerar problemas é o baixo consumo de fibras, que acaba gerando danos à saúde intestinal da pessoa. A deficiência de cálcio causada pela ingestão excessiva de proteínas também é preocupante. Há registros de osteoporose precoce em pacientes jovens e o aumento dessa incidência entre as pessoas de idade mais avançada.

O Conselho Federal de Nutrição é duro em sua análise quanto ao uso de métodos rápidos de emagrecimento. Segundo a entidade, embora tais abordagens consigam alcançar os objetivos estipulados, os danos causados à saúde podem comprometer a segurança alimentar e nutricional. Um dos pontos mais destacados pelo conselho é o fato de cada pessoa ter necessidades calóricas e nutricionais diferentes. Por isso, cada planejamento exige uma análise individualizada.

Fica a dica: antes de fazer qualquer dieta, consulte um médico!

01035

Você também pode gostar de:

Comments are closed.