Após qualquer tipo de conflito, seja ele no trabalho, em casa ou com amigos, é normal a gente se sentir desconfortável. Mas você sabe dizer exatamente o que sentiu? Foi raiva, frustração, impotência? Essa habilidade de reconhecer nossas emoções tem até nome – letramento emocional. Você já ouviu falar?

O letramento emocional nos ajuda a entender o motivo de nos sentimos de determinada maneira, além de ser extremamente útil para os relacionamentos pessoais e até mesmo profissionais. Ele permite que, ao conhecermos nossas emoções, possamos entender melhor nossas reações e agir de maneira mais positiva diante de uma crise.

Além disso, o letramento emocional também permite que a gente identifique como nosso comportamento afeta as pessoas ao nosso redor. E, mais importante ainda, nos ajuda a enxergar o ponto de vista do outro, fazendo com que tenhamos mais empatia. Já deu para perceber que, por isso, ele auxilia a diminuir desentendimentos e a construir relações mais saudáveis, não é mesmo?

Você pode estar se perguntando como adquirir o letramento emocional. A má notícia é que não há aulas e cursos sobre o tema. O letramento é aprendido no dia a dia, através do convívio social, e precisa ser exercitado sempre. Não há fórmula mágica para chegar lá, cada pessoa vai adquiri-lo em seu próprio tempo.

Mas há algumas dicas. Você pode sempre ouvir os outros com atenção, por exemplo. Esse comportamento evita que façamos interpretações erradas, que levam a ruídos de comunicação.

Outra forma de ficar craque no letramento emocional é se esforçar para expressar seus sentimentos sempre de maneira construtiva, se perguntando como eles vão ser interpretados e recebidos por quem os ouve. Como dissemos, é um exercício diário.

Vamos treinar?

0738

Você também pode gostar de:

Comments are closed.