CONHEÇA O EXAME QUE PODE EVITAR O SURGIMENTO DO CÂNCER DE INTESTINO

O câncer no intestino, também conhecido como colorretal, deve afetar 40.990 pessoas este ano (20.520 homens e 20.470 mulheres), segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Prevenir novos casos é muito importante e algumas atitudes, como evitar o tabagismo e a obesidade, moderar o uso de bebidas alcóolicas, praticar exercícios físicos e cuidar da alimentação, são fundamentais para tentar se manter bem longe da doença.

Mas, no caso dos tumores no intestino, uma outra medida pode evitar que os tumores surjam. Estamos falando da colonoscopia, um exame de imagem que consegue diagnosticar, ao longo do intestino grosso e no final do delgado, lesões, chamadas pólipos, que podem evoluir para câncer e, ao mesmo tempo, retirá-las.

A recomendação é que todas as pessoas com mais de 50 anos, que é a idade em que o câncer colorretal costuma aparecer, façam a colonoscopia. Quem tem um parente que tenha enfrentado câncer de intestino, precisa se submeter ao exame dez anos antes do diagnóstico do familiar. Ou seja, se ele teve aos 55, o ideal é fazer a investigação aos 45 anos.

Mas, embora seja um exame que pode salvar vidas, muita gente deixa de fazer a colonoscopia, por se tratar de um procedimento que exige sedação. O medo e a desinformação levam os pacientes a ignorar o pedido médico. Esta atitude precisa ser combatida.

Se você está na idade recomendada para fazer a colonoscopia anual, converse sobre seus receios com seu médico. Ele vai orientar sobre a importância do rastreio. Lembre-se que o câncer de intestino é muitas vezes silencioso, fazendo com que os pacientes só descubram a doença quando ela está em estágios mais avançados, o que dificulta o tratamento. Por que deixar para depois algo que pode salvar sua vida?

Informe-se!

0228

Você também pode gostar de:

Comments are closed.