Novembro Azul: Como identificar possíveis sinais de câncer de próstata?

Tempo de leitura: 2 minutos

Se o câncer de mama é uma das doenças que mais mata mulheres, o de próstata infelizmente tira a vida de milhões de homens ao redor do mundo. Principalmente devido aos preconceitos enraizados na sociedade acerca do exame de toque, uma das formas de detectar a doença.

Além disso, há a existência de fatores que contribuem para o surgimento desta enfermidade, devendo ser um grande sinal de alerta para os que fazem parte do grupo de risco, a fim de incentivar os cuidados com a saúde desde muito cedo, evitando problemas mais graves na fase adulta. Um exemplo de fator de risco é a alimentação. Uma dieta desequilibrada, rica em gordura e pobre em legumes, vegetais e frutas, unida ao sedentarismo, obesidade e à alta taxa de estrogênio aumenta em muito as chances de você desenvolver câncer de próstata.

Logo, você pode compreender o quão importante é o comparecimento anual ao seu médico e a realização de check-ups de saúde. O rápido e prático exame de toque retal é capaz de identificar não apenas este, mas outros problemas clínicos. Porém, algo que deveria ser feito para beneficiar a vida, enfrenta barreiras enormes de preconceitos antigos e sem fundamento, levando à diagnósticos com a doença em estágio avançado. E o que muitos ignoram é que, a medicina evoluiu tanto que já possível descobrir o câncer através de exames de sangue.

Como identificar possíveis sinais desta doença silenciosa?

Em seu estágio inicial, alguns sintomas se apresentam, deixando um pouco mais difícil a vida do paciente. Os mesmos podem também ser sinais de outros problemas de ordem clínica, portanto a consulta médica com seu clínico geral, por exemplo, é a chave para então poder enfim descobrir a real causa. Confira abaixo, uma pequena lista de sintomas que devem ser observados:

  • Micção frequente
  • Urina fraca ou interrompida (curta)
  • Retenção ou incontinência urinária
  • Nictúria (vontade frequente de fazer xixi durante à noite)
  • Sangue ou sêmen na urina
  • Disfunção erétil
  • Dores musculares (nas costas, coxas, nos ombros ou nos ossos – caso a doença tenha se espalhado pelo corpo)
  • Fraqueza ou dormência nas pernas e/ou pés

Se você, algum familiar ou amigo apresentarem um ou mais desses sintomas, deve-se imediatamente procurar um oncologista ou um clínico geral – que posteriormente irá encaminhá-lo ao especialista e realizar todos os procedimentos solicitados pelo mesmo. Cuide-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *