Câncer de Mama: autoexame, sintomas e prevenção.

Tempo de leitura: 2 minutos

Neste mês de outubro, celebramos a campanha do “Outubro Rosa” cuja finalidade é enfatizar a necessidade e a importância do cuidado, da prevenção e do tratamento do câncer de mama. Atualmente milhões de mulheres enfrentam esta doença silenciosa que, apesar de ainda ser mortal, pode ser curada principalmente se identificada e tratada ainda em seu estágio inicial.

O câncer de mama pode ser detectado a partir de exames como a mamografia digital, a ressonância magnética, o ultrassom ou uma ecografia. Porém, além desses, há uma ação simples capaz de facilmente ajudar você a detectar a doença: o autoexame das mamas. Fácil, prático e rápido, você pode realizá-lo a qualquer hora do dia e, na maioria dos casos (os índices apontam 80%), as próprias mulheres acabam por detectar sozinhas algo anormal. Algumas, além dos nódulos, identificam mudança na textura ou tamanho das mamas. Por isso cuidar e observar seu próprio corpo é tão importante!

Caso sinta algum caroço próximo a região dos seios, como por exemplo nas axilas ou abaixo delas, você deve procurar um médico a fim de que ele verifique suas suspeitas e indique os exames a serem realizados para comprovar – ou não – a presença da doença. Tão logo a mesma se confirme, é hora de começar o tratamento.

Como realizar o autoexame?

Há três maneiras de fazer o seu autoexame. De pé ou durante o banho, em frente ao espelho e deitada .

  • Se estiver de pé ou enquanto se banha, proceda da seguinte maneira: Primeiramente levante seu braço esquerdo, apoiando-o sobre a cabeça. Em seguida, estique sua mão direita e examine a mama esquerda, devagar, “separando” o seio por partes e, com as polpas dos dedos toque e avalie a região. Evite usar as pontas dos dedos ou as unhas. Sinta e perceba sua mama. Faça movimentos circulares com os dedos, sempre de cima para baixo e, ao finalizar a mama esquerda repita o procedimento na mama direita.
  • Em frente ao Espelho: Estando de pé em frente ao espelho você deve, em primeiro lugar, observar ambos os seios, com os braços caídos. Depois, coloque as mãos na cintura e faça força por alguns instantes. O terceiro passo é colocar as mãos atrás da cabeça, observando com atenção o tamanho, a forma e a posição do mamilo. Por fim, deverá pressionar levemente o mamilo, atentando-se e percebendo se há a saída de secreção.
  • Deitada: Para começar, deve-se colocar uma toalha dobrada sob o ombro direito para examinar a mama direita. Com movimentos circulares e uma leve pressão, deverá sentir a mama com a polpa dos dedos. Continuando, apalpe a metade externa da mama. Esta região é mais consistente. Por fim, apalpe as axilas e inverta o procedimento, realizando-o na mama esquerda.

Agora que você conhece todas as formas de realizar o procedimento, por isso realize o autoexame das mamas periodicamente. Cuide de sua saúde e prolongue a sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *