Cálcio e magnésio: Quais são os alimentos ricos nestes nutrientes?

Tempo de leitura: 3 minutos

O cálcio e o magnésio são dois nutrientes importantíssimos para o correto funcionamento do organismo humano, mas você sabe qual é a função de cada um deles? Qual a quantidade diária recomendada a ser ingerida? E, principalmente, sabe quais alimentos são fontes de ambos? Estas e outras dúvidas lhe serão esclarecidas neste mesmo artigo.

Primeiro, vamos falar sobre o cálcio. Este mineral está presente em maior quantidade no organismo e, acredita-se que um corpo adulto tenha em seu peso de 1% a 2% na forma de cálcio. Dentre outras funções, seu principal objetivo é a formação de ossos e dentes. Por isso é tão importante de que esteja adequadamente presente na dieta diária de uma pessoa, garantindo a manutenção da massa óssea e o rigor do esqueleto.

O cálcio também atua nas funções neuromusculares. O impulso do cálcio para a parte interior da célula estimula reações que resultam em contrações musculares. Além disso, o nutriente é o mensageiro interior das células. Liga-se com proteínas e fosfolipídios, promovendo então a permeabilidade da membrana e, em algumas células ele é responsável pela secreção hormonal.

Por último, o cálcio é o responsável pela ativação dos fatores que permitem ao sangue realizar a coagulação. Até mesmo a pressão arterial tem relação quanto a quantidade do mesmo que é ingerida. Em níveis adequados, auxilia no tratamento e prevenção da hipertensão.

Você pode encontrar cálcio facilmente em diversos alimentos, inclusive muitos deles já são presentes na sua alimentação do dia a dia. O leite é um ótimo exemplo. Fonte de vitaminas A e B, zinco, magnésio (nosso próximo item a ser apresentado), selênio e fósforo, minerais que são responsáveis pelo fortalecimento do sistema imunológico, benéficos à visão e a saúde da pele. O mesmo se aplica ao queijo, que como todos sabem é um derivado do leite.

Dentre as verduras, a couve, o espinafre e o brócolis são as opções. Estes vegetais são saborosos, versáteis e ricos em vitaminas do tipo A, C, K e do complexo B e estas, por sua vez, atuam no equilíbrio nutricional do organismo, evitando o desenvolvimento de doenças crônicas. O brócolis inclusive, além das citadas contém ferro, zinco, magnésio e antioxidantes. Outros alimentos como o Tofu (comumente presente nas refeições veganas e vegetarianas), o iogurte e o feijão branco também são ótimas opções.

Já o magnésio é tido como o “segredo para a longevidade”! Este nutriente é indispensável e de suma importância para nossa saúde, perdendo lugar apenas para o potássio. Age em diversas reações orgânicas e atua principalmente quando ingerido de forma regular na alimentação. É utilizado na síntese das proteínas, no transporte de energia e contribui para o funcionamento de determinadas enzimas que atuam no equilíbrio do cálcio, potássio e sódio, e garantindo que as células trabalhem de forma correta no organismo.

Como o cálcio, ele também é facilmente encontrado e está presente em diversas categorias de alimentos como grãos, frutas e hortaliças. Bons exemplos são: beterraba, banana, grão de bico, figo seco, feijão, ervilha, lentilhas, quiabo, arroz integral, aveia (em grãos inteiros), farelo de aveia, cevada, granola, farinhas de trigo, centeio, além de sementes como amendoim, castanhas, soja, nozes.

Mas cuidado: a deficiência ou o excesso destes minerais no organismo pode causar problemas graves de saúde, o ideal é ingerir os mesmos de forma correta. Consultar um nutricionista é essencial para manter sua alimentação saudável e balanceada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *