Mitos e Verdades sobre a Hipertensão

Tempo de leitura: 2 minutos

Segundo dados da Sociedade brasileira de hipertensão, cerca de 25% da população brasileira adulta sofre com a doença, chegando a mais de 50% após os 60 anos. A pressão alta ocorre quando o coração precisa fazer um esforço maior para bombear o sangue pelo corpo, a doença oferece ameaças principalmente ao coração, ao sistema nervoso central, aos rins e aos olhos, com risco de perda de visão. Para se ter idéia, a hipertensão é responsável por cerca de 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal. Por ser um diagnóstico tão corriqueiro, é comum surgirem algumas informações desconexas e exageradas sobre a doença, confira abaixo alguns exemplos do que é mito e o que é verdade:

Consumir chás diuréticos normaliza o quadro (MITO)
Apesar de medicamentos diuréticos serem prescritos pelos médicos para ajudar a controlar a pressão, somente o consume de chás não é capaz de controlar a hipertensão. Além disso, seu consumo excessivo pode levar a uma desidratação ou afetar o funcionamento dos rins.

A menopausa aumenta as chances das mulheres desenvolverem a doença (VERDADE)
O estrogênio tem uma ação protetora no sistema cardiovascular feminino. Por isso, a queda dos níveis desse hormônio durante a menopausa deixam as mulheres mais suscetíveis aos problemas cardiovasculares, incluindo a hipertensão. Por isso é importante procurar seu médico e apostar em uma reposição hormonal.

É o excesso de peso que faz a pressão elevar (MITO)
Problemas como sobrepeso e obesidade podem sim causar hipertensão, mas é pelo desequilíbrio hormonal e não pelo peso em si. A gordura visceral produz substâncias que causam alterações metabólicas e inflamações, resultando na pressão alta.

O envelhecimento influência no aumento dos casos de hipertensão (VERDADE)
As mudanças fisiológicas que ocorrem com o avanço da idade deixam as artérias mais rígidas, fazendo com que o coração se esforce mais.

O cigarro não aumenta a pressão (MITO)
As substâncias presentes no cigarro causam vasoconstrição arterial e, assim, elevam a pressão arterial.

Noites mal dormidas e estresse interfere na pressão (VERDADE)
É durante o sono que nosso corpo se recupera e realiza ajustes metabólicos necessários. Quando a pessoa não dorme o suficiente, os níveis de hormônios como a adrenalina e a noradrenalina aumentam, causando vasoconstrição arterial. Algo parecido ocorre quando enfrentamos momentos estressantes em excesso, o organismo libera o hormônio cortisol, que age no corpo contraindo os vasos.

Além de não se deixar levar por falsas informações sobre a doença, é importante consultar um médico para identificar, avaliar e tratar um quadro de hipertensão. E aos já hipertensos é necessário monitorar sua pressão regularmente com um medidor de pressão de marca e qualidade confiável. A G-Tech possui várias tipos de aparelhos de pressão, entre no site clicando aqui e escolha o que melhor te atende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *